Pensamento da Semana

Pensamento da Semana:


"Superar é preciso... Seguir em frente é essencial...Olhar para trás é perda de tempo... Passado se fosse bom era Presente."

Clarice Lispector

sábado, 28 de maio de 2011

Meu primeiro dia

 
"Na vida estamos caindo todo o tempo.
Estamos ganhando cicatrizes em todas as esquinas,em todas as curvas.
Mas nada que nos impessa de continuar batalhando.
Porque temos o essencial para continuar.
A superação.
Sempre somos capazes de vencer se persistirmos.
Mesmo que a situação seja adversa.
Sempre somos capazes de superar todas as expectativas.
E criar novas.
Somos capazes de superar qualquer problema.
Qualquer resultado negativo.
Se acreditarmos que somos capazes de nos superar.
Porque
Todos nascemos pra vencer.
Você que decide se vai perder"

Tem oito dias que iniciei meu tratamento de quimioterapia e a cada dia que passa, sinto meu corpo mais diferente, parece que não é o mesmo (também é pedir demais com tanta medicação).
Primeiro emagreci mais ou menos 5 quilos desde o inicio do tratamento (isso eu não estou reclamando, só um comentário), a pele e os dentes ficam muito mais sensíveis e se faço algum esforço, por menor que seja já fico cansada.
E isso é só o inicio do tratamento, pois o médico indicou no meu caso, oito sessões em ciclos de 21 dias, então terei outras descobertas diferentes para contar.
Outra coisa que o médico me informou é que mesmo terminando as sessões de quimioterapia, o paciente continua regularmente realizando exames para investigar o desaparecimento do tumor e o não surgimento em outro lugar do corpo. A alta mesmo somente ocorre dentro de um prazo de 5 a 7 anos, durante esse período todo vida normal.
Impressionante como uma palavra tão pequena consegue fazer um estrago tão grande na vida e corpo de uma pessoa e espalhar o medo e o pavor por onde passa.
Hoje percebo que mesmo com o avanço que a medicina tem com o câncer, as pessoas ainda não reagem bem ao ver ou saber que uma pessoa tem essa doença. Não falo só em questão de preconceito, mas sinto um misto de pena e isso não é bom ser sentido.
O câncer é uma doença silenciosa, não costuma dizer que está ali, por isso deve-se ter muito cuidado. Eu mesma somente descobri, porque o tumor começou a comprimir o nervo ciático e isso me trouxe muita dor me levando ao médico.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Os primeiros frutos

Quando resolvi escrever o blog, não tinha idéia do quanto seria gratificante, emocionante e principalmente que receberia todo dia uma lição de vida. Ele me proporcionou conhecer pessoas encantadoras, que sempre que conversamos tem uma palavra de carinho e amor e também de fazer parte de comunidades que nunca imaginei entrar, mas que me passam uma força incrível.

Descobri também um lado não tão agradável, mas que infelizmente temos a nossa volta, que são aquelas pessoas que tem um coração magoado e que somente aparecem para dizer palavras não tão agradáveis. Graças a DEUS essas pessoas não passaram perto de mim e se passarem algum dia, não vão me incomodar porque hoje estou fortalecida pelo amor e carinho que recebo diariamente da minha família e de meus amigos.

Quero deixar claro que tenho consciência de todo o meu tratamento e o quanto é longo e árduo e sei também que terá dias que não estarei muito animada para postar ou até mesmo para rir, mas se tem uma coisa certa é que isso não vai me abalar e logo irá passar.

Caso alguém conheça pessoas que nesse momento estão recebendo esse tipo de visita, mandem um recadinho meu: “Rezem, mas rezem muito pedindo a DEUS que coloque mais amor no coração dessas pessoas e também peça a ELE, para quando elas falarem algo ruim que você não ouça, pois o que temos que ouvir são coisas boas, lindas e tenha certeza absoluta que ELE te ouvirá e ficará sempre ao seu lado.”

Por isso tudo, hoje posso dizer que sou outra pessoa, estar do outro lado agora me fez melhorar como ser humano. É impressionante como o câncer muda sua vida e te dá um novo olhar do mundo. Esse olhar é individual e você tem duas escolhas a seguir: Seguir em frente de cabeça erguida (sabendo claro, que em alguns momentos será difícil, mas você tem DEUS, sua família e seus amigos por perto para amparar) ou abaixar a cabeça e se entregar, que não é legal, porque temos que lutar sempre, até o fim.

São tantas histórias de superação, de força e de fé. Estou percebendo com isso que ás vezes, sem querer é claro, damos muito valor a coisas pequenas e deixamos tomar uma proporção enorme sem necessidade em nossa vida, gastamos energia com tão pouco, temos que saber canalizar toda essa energia para coisas boas, com isso pode ter certeza que seu dia será melhor e automaticamente sua vida.

Lendo alguns textos na internet (hoje eu vivo na internet), achei esse perfeito e quero dividir com vocês:
Hoje acordei disposta a superar todos os obstáculos que a vida me apresentou.
Sim, estou escrevendo.
Não vou mais deixar a tristeza me pegar.
Vou sorrir, em vez de me lamentar.
Vou brincar em vez de chorar.
Vou ajudar, em vez de esperar que alguém me ajude.
Vou sair dessa...
Mara Cristina Sarilho

quarta-feira, 25 de maio de 2011

DEUS... meu pai, meu guia, meu confidente


Se tem alguém que sabe tudo que estou passando em detalhes, é DEUS. Sempre conversei com Ele todos os dias, mas ultimamente temos tido um contato muito maior.

Desde o primeiro momento que descobri o câncer eu nunca questionei a DEUS o porquê de estar com essa doença eu só pedia para me curar, pois o DEUS que amo nunca me puniria por qualquer coisa, eu acredito que se estou com esse câncer é porque, preciso passar por isso para o meu crescimento espiritual.

Estou lendo um livro, com depoimentos de mulheres que tiveram câncer (depois vou divulgar o nome para quem desejar ler) e o livro inicia com um texto que diz:

 “Não estamos sozinhos e temos que imaginar que a vida, é como dirigir em uma estrada de mão dupla tendo um caminhão enorme na sua frente. Não dá para ver nada ao redor. Não dá para sair de trás dele. Sempre que se tenta ultrapassar, nos deparamos com um carro se aproximando e isso faz ter muito medo para a ultrapassagem. Mas, e se houver um helicóptero acima de você com alguém que o ama no comando. Ou, melhor ainda, se você pudesse se comunicar com a pessoa do helicóptero. É isso que DEUS já fez por nós! Ele está no helicóptero. Ele pode ver tudo, o que está na frente do caminhão e na curva e com a nossa comunicação com Ele podemos realizar qualquer ultrapassagem, pois DEUS quer andar conosco enquanto passamos por nossos altos e baixos.” Fonte: Livro: Você é mais forte do que o câncer.

Isso é a pura verdade, temos que ter DEUS como nosso guia e nunca se esquecer disso e entregar a Ele toda a nossa vida, pois Ele nos auxiliará sempre.

Hoje me sinto mais próxima de DEUS, é uma coisa muito louca, agora entendo o que é ter fé em algo e alguém que não se vê, isso é o grande mistério da vida e o grande trunfo.

Li ontem no blog de um amigo uma coisa que é super verdade, DEUS, em seu imenso amor, sempre vai providenciar aquilo que realmente precisamos.

A questão é que nos falta à compreensão para entender que, ás vezes, o que precisamos é bem diferente daquilo que queremos.

Temos que tirar um ponto positivo e uma lição de vida de tudo que acontece conosco, seja em momentos bons ou não.

Essa frase linda que vou deixar agora no final vem de uma pessoa iluminada por DEUS e que teve a belíssima missão nesse mundo de ajudar ao próximo e fez isso com muita humildade e dignidade. É um exemplo a ser seguido, Chico Xavier.

“Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas eu não teria saído do lugar. As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito”.






Primeiro dia de quimioterapia



Tem duas datas que a partir de agora não vão sair da minha mente. Dia 12 de Abril, quando descobri o câncer e dia 20 de Maio minha primeira sessão de quimioterapia.

A noite anterior ao dia da minha primeira sessão foi horrível, não dormi direito, estava muito ansiosa, pois não tinha idéia do que estava por acontecer. Quando acordei, tomei meu café pela manhã e fui com minha mãe e minha irmã para a clinica.

Chegando lá, com muita dor e uma mistura de medo e insegurança, fui recebida pela psicóloga (uma gracinha de pessoa) que conversou um tempo comigo, antes do inicio do tratamento e por dois profissionais que amei conhecer, o Marcelo e a Isadora.

Todos me trataram da melhor forma possível, a Isadora me deu uma aula sobre o câncer, suas reações e o que fazer para amenizar os sintomas e viver durante a quimioterapia.

O que achei mais lindo foi uma frase que a Isadora utilizou no final do nosso bate papo. Ela disse: Patrícia agora você tem mais uma família, você faz parte da nossa família.

Não sei se ela tem idéia de como isso mexeu comigo e deve mexer com muitas pessoas que passam por lá, o que sei é que me deixou muito mais tranqüila.

Iniciamos o tratamento, foi então que minha ficha caiu. Eu estava fazendo quimioterapia, eu estava doente, eu estava com câncer. Mas como DEUS é perfeito e nunca desampara seus filhos, tirou da minha mente qualquer pensamento triste me pondo para dormir um pouquinho.

Tudo está sendo muito novo para mim, mas posso dizer que pessoas que se prontificam a trabalhar com pacientes com câncer são pessoas iluminadas por DEUS, são pessoas lindas de espírito. Esse grupo de profissionais então que conheci, são fantásticos.

Não sei se eles sabem a importância que eles têm na nossa vida naquelas simples 3 horas de tratamento, é um sorriso, uma palavra amiga, um carinho, coisas que no nosso dia a dia passam sem a gente dar tanto valor.

Percebi também que pessoas com câncer são muito solidárias com as outras. Todas as pessoas que entravam para mais uma sessão e me viam (minha cara não deveria ser das melhores, claro) conversavam comigo e falavam algo lindo e positivo.

Detalhe pequeno, essas pessoas não me conhecem, não precisavam fazer isso, mas fazem pelo simples fato de serem útil e é a forma de dizer estou com você nessa, já passei por isso.

Hoje já tem 5 dias que realizei minha primeira sessão, graças a DEUS não senti o famoso enjôo e náuseas que é super esperado nesse período.



terça-feira, 24 de maio de 2011

Meus amigos verdadeiros e eternos


Amigo ao contrário da família não tem intervenção de DEUS na escolha, porém ELE com o tempo nos mostra quais são verdadeiros e eternos e quais temos que deixar na vida.

Sou uma pessoa que adoro fazer amigos, como diz uma amiga minha faço amizade até com poste (né Luciana), acho que esse dom herdei do meu pai.


Sou daquelas que me entrego para uma amizade, ás vezes, me arrebento, mais na maioria das vezes sou muito feliz.

Quando descobri o câncer, somente alguns amigos ficaram sabendo, pois não queria divulgação com meu nome. A partir daí percebi o quanto sou amada por meus amigos (verdadeiros!) e que também sou amada por pessoas que nunca imaginava.

No momento de dor apareceram pessoas novas, ressurgiram pessoas antigas e fortaleceram amizades já existentes e verdadeiras. Todos sempre têm uma palavra de amor, carinho e força para me passar (e vocês não têm idéia de como isso é importante em um momento como esse). 

Não vou citar nomes de amigos, pois tenho certeza que todos sabem o significado deles na minha vida, mas tenho que falar algumas situações lindas de amizade que recebi.


  • Visita inesperada, após um dia de trabalho árduo e muito, mas muito transito ao hospital Santa Marta no dia da minha biopsia por amigos verdadeiros;

  • Primeira visita em minha casa (na verdade da minha irmã) por amigos verdadeiros e eternos, que vieram trazendo tanta energia positiva que antes de chegarem eu estava com dor e na hora que os vi por milagre a dor passou (fizemos uma bagunça, rimos horrores, tiramos fotos e como são amigos mesmo, voltaram). São nesses detalhes que DEUS se mostra para abençoar a amizade;

  • Receber na minha casa, em Itaboraí (para quem não conhece é longe, muito longe) minha linda amiga e afilhada (pois sou madrinha de casamento – dinda) com meus dois afilhados foi maravilhoso, mágico, com toda certeza DEUS estava ali presente e abençoando a visita;

  • Ter uma amizade antiga hoje em dia é um privilégio para poucos, desculpem me incluo nesses poucos. Minha linda amiga de 25 anos de amizade que está sendo mais que um presente em minha vida nesse momento. Me faz rir muito, como no último encontro (não esqueci dos lenços hein);

  • Todos os telefonemas, torpedos, recadinhos no facebook e emails de amigos que estão preocupados comigo e que oram para minha melhora. Amigos de perto e até de longe, bem longe como minha linda loira Carol (Brasileira sempre, mas agora um pouquinho Portuguesa);

A verdadeira amizade a gente vê em pequenos gestos, nunca sou esquecida pelos meus amigos, em nenhum momento estou me sentindo sozinha e isso é muito importante nesse momento de novidades com a doença.

Li um texto falando de amizade que achei muito legal e vou compartilhar com vocês:

Amizade

Preciso de um amigo que me olhe nos olhos quando falo, que ouça as minhas tristezas e neuroses com paciência e ainda que não compreenda, respeite os meus sentimentos, preciso de alguém que venha brigar ao meu lado sem precisar ser convocado, alguém amigo o suficiente para dizer-me as verdades que não quero ouvir, mesmo sabendo que posso odiá-lo por isso. Nesse mundo de céticos, preciso de alguém que creia, nessa coisa misteriosa, desacreditada, quase impossível: A Amizade.

Que teime em ser leal, simples e justo, que não vá embora se algum dia eu perder o meu ouro e não for mais a sensação da festa. Preciso de um amigo que receba com gratidão o meu auxilio, a minha mão estendida, mesmo que isto seja muito pouco para suas necessidades. Preciso de um amigo que também seja companheiro, nas farras e pescarias, nas guerras e alegrias e que no meio da tempestade, grite em coro comigo: “Nós ainda vamos rir muito disso tudo” e ria muito, não pude escolher aqueles que me trouxeram ao mundo, mas posso escolher meu amigo e nessa busca empenho a minha própria alma, pois com uma amizade verdadeira, a vida se torna mais simples, mais rica e mais bela.

Charles Chaplin


Minha Familia


Acredito que escolhemos (com o aval de DEUS é claro) a nossa família e a minha é mesmo especial e quantas vezes DEUS me permitir voltar a terra, quero ter ao meu lado essas pessoas. Pessoas que sempre estão presentes na minha vida, sejam em momentos bons ou não tão bons. 

Para aqueles que não sabem eu tive duas perdas irreparáveis em Dezembro, que foi o meu paizão Osmar e minha tiazinha Isa. Não ter mais a presença deles em minha vida me deixou muito perdida e quando descobri a doença então foi mais forte, porque nesse momento você precisa de todos ao seu lado e meu pai era meu porto seguro e minha tia complementava minha alegria, mas eu tenho certeza absoluta que eles estão juntos orando com anjos de luz para minha cura.

Quando descobri o câncer a minha família ficou arrasada, até porque nunca pensamos que isso vai acontecer na nossa família, mas nunca saíram do meu lado. A doença fez com que a família ficasse mais próxima e fortalecesse a nossa luta.  

Todos da minha família estão sendo importantes e fundamentais nesse momento, mas algumas pessoas merecem um destaque especial:

  • Minha mãe - Que é uma fortaleza para agüentar tanta coisa ao mesmo tempo, claro que essa força é DEUS, pois é uma mulher com muita fé;

  • Minha irmã Paula - Que é uma das pessoas mais importantes da minha vida e não me deixou sozinha um minuto, mesmo em alguns momentos eu a chamando de chata;
  • Meu cunhado Davi - Esse não é meu cunhado é meu irmão, DEUS é tão perfeito que colocou uma pessoa maravilhosa em nossas vidas, porque sabia que precisaríamos de um novo porto seguro;
  • Meu primo Roberval - Esse cara foi fantástico, me levava para todas as consultas e exames (nunca deixando a minha mãe pagar o combustível, rsrsrs), sempre me passou tranqüilidade e principalmente a palavra de DEUS;

  • Minha prima Daniele - Essa é outra que não é prima é irmã, amo muito e faço tudo por ela, pois sei que ela também me tem como sua irmã e aturou algumas cenas minhas.

Esses são os anjos que DEUS colocou na minha vida para que minha caminhada não fosse tão difícil. AMO MUITO VOCÊS!

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Anjos enviados por DEUS

Como havia falado eu conheci pessoas encantadoras nessa nova fase da minha vida, umas já eram do meu convívio e eu já sabia que eram maravilhosas e donos de um coração enorme, mas não imaginava que era tanto e outras novas entraram e tive o prazer de conhecer.

Essas pessoas foram enviadas por DEUS para me auxiliar, me passar uma palavra de amor, carinho e força em todo o tratamento e principalmente para dizer CONTA COMIGO.

Essas pessoas eram meus médicos, hoje são meus amigos. Porque foram amigos presentes na dor, amigo que segurou minha mão na hora do exame porque eu estava com dor e me pedia o tempo todo para ter calma, que já estava acabando e iria passar. Amigo para ir à minha primeira sessão de quimioterapia e me dar uma força dizendo estou aqui para o que der e vier. Pessoas como essas são para a vida toda, amo vocês amigos respectivamente Gwayer Borges e Marcelo Pires.

Tive o prazer de conhecer um médico que assim como os meus amigos acima tem orgulho do que faz (pois faz muito bem) e honra o seu lado profissional como poucos hoje em dia. 

Estar perto de um profissional tão bem equipado e com um equilíbrio maravilhoso me deixava tranqüila, adorava ir as suas consultas, nunca me escondeu nada sobre minha doença e sempre prontamente me explicava qualquer dúvida que eu tivesse.

Quem me conhece sabe que sou muito bem humorada e não foi diferente em todas as consultas que fui ao médico (claro que tinha dias que queria matar um, sou normal e todas às vezes eu estava com muita, mas muita dor), um dia o meu médico perguntou por que eu sorria tanto, se era forçado ou verdadeiro. Respondi que era verdadeiro e que não tinha mais tempo para ficar chorando.

Foi então que ele falou que queria isso para todas as pacientes dele no consultório (acho que a idéia do blog veio dessa frase). Ele virou também meu amigo, meu SALVADOR como falei com ele, Dr. Manoel Fernando.

E em poucos dias conheci o meu oncologista, um super profissional também (aliás, DEUS me cercou de excelentes médicos) que ama o seu trabalho e é muito querido, o Dr. Luiz Henrique. 

Quando estamos cercados por excelentes médicos é mesmo maravilhoso, você se sente protegida, agora o melhor mesmo é ver que esses médicos são seres humanos fantásticos e que vêem na sua batalha a força que eles precisam para a realização de todo o tratamento.

domingo, 22 de maio de 2011

Como tudo começou....

Às vezes a vida nos surpreende com algumas situações que fogem ao nosso controle e que nunca achamos que acontecerá conosco.
Tarde no consultório do neuro cirurgião para mostrar o resultado da ressonância magnética da coluna, após todas as explicações, porque claro tenho um probleminha para resolver na coluna, uma informação que não imaginava que mudaria tanto minha vida, o médico verifica uma massa próxima ao meu rim e orienta que eu procure um outro profissional.
Sinceramente quando ele falou massa não pensei em nada, pois estava muito focada na minha coluna, estava tendo crises fortes de dor e massa pode ser qualquer coisa, sei lá não sou médica, sou pedagoga.


Então completamente despreocupada fui fazer uma visita ao meu urologista, levando claro a ressonância magnética (que seria minha amiga inseparável a partir dali), ele olhou, olhou e disse que seria muito prematuro falar algo, precisava de mais exames, fui eu fazer uma tomografia computadorizada e lá estava a tal MASSA. O médico não satisfeito pediu mais exames e fiz outra ressonância magnética agora da pelve.


Eu tinha que ter filmado a cara do meu médico quando ele viu o laudo da ressonância, naquele momento pensei... epa algo errado. Ele disse que o assunto fugia da sua área por não ter nada a ver com o rim já que a tal MASSA estava fora do órgão e me encaminha direto para um cirurgião.


Quando cheguei no cirurgião e ele me examinou e viu todos os exames ele começa uma conversa dificil. 


Saber do nada que você pode estar com uma doença horrível, vira a cabeça de qualquer pessoa. No inicio muitas dúvidas e somente uma certeza era uma tumor maligno. Não queria acreditar que isso estava acontecendo comigo e para escapar, fugir do assunto resolvi pensar em coisas boas e não me focar na doença, achando que era tudo um engano.
Durante toda a investigação do tumor tentei pensar que o diagnóstico seria o melhor possivel e que tudo acabaria bem e rápido, durou um mês entre exames (alguns super chatos), biopsias, visitas ao médico, dores e que dores e noites sem dormir para depois iniciar todo o tratamento que de rápido não tem nada, é longo bem longo.
Nesse período conheci pessoas encantadoras e que se tornaram especiais nesse momento da minha vida, vou falar um pouco deles depois porque eles merecem um tema só para eles.